fbpx

Saiba Quais São os Principais Corantes Naturais Para Alimentos

potes de corantes de variadas cores, como: verde, laranja, vermelho, amarelo e rosa

Por Luiza Alvarenga –

Corantes são definidos como toda substância ou mistura de substâncias que confere, intensifica ou restaura a cor de um alimento. No Brasil, a indústria de alimentos deve seguir as normas estabelecidas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Esse órgão estabelece condições de qualidade dos corantes que são utilizados na fabricação de alimentos e bebidas. A partir disso, os corantes podem ser divididos em duas categorias: corantes naturais e corantes artificiais. 

O primeiro corante a surgir no mercado foram os corantes naturais, que têm origem natural (vegetal, animal ou mineral). Porém, com o avanço científico, foi possível sintetizar essas substâncias por meio de derivados do petróleo e outras substâncias químicas. 

ícone de beterraba

Tendo conhecimento do que foi dito anteriormente, podemos citar alguns tipos de corantes que se enquadram nas duas categorias. Dentre os corantes naturais estão: carotenóides, clorofila, vermelho de beterraba, curcumina e caramelo. Em contrapartida, alguns exemplos de corantes sintéticos são: amarelo crepúsculo, tartrazina, eritrosina e amaranto.

Comparando a utilização de ambos os tipos de corantes é possível observar benefícios e malefícios no emprego deles nos alimentos. Essas diferenças entre eles estão relacionadas à preço, qualidade e problemas de saúde. Porém, atualmente é notável um crescimento do interesse da população em ingredientes de origem natural. Por esse motivo, tem aumentado o número de pesquisas voltadas para a aplicação dos corantes naturais nas indústrias alimentícias.

Corantes naturais e artificiais: vantagens e desvantagens

 Os corantes artificiais, presentes em balas, chicletes, sucos de caixinha, conferem cores vívidas e atrativas aos alimentos que os naturais. A substituição dos corantes naturais pelos artificiais se deve principalmente pela maior eficiência, qualidade, estabilidade e menor custo dessas substâncias. Apesar dessas vantagens, pesquisas identificaram que esses corantes sintetizados podem ser nocivos à saúde. Isso pois pode ser associados à hiperatividade de crianças, aparecimento de alergias, ação cancerígena, entre outros. 

ícone de pote com pó corante

Em função desses possíveis malefícios, muitos consumidores têm evitado o consumo de alimentos que contém corantes sintéticos. Como consequência, as indústrias têm se preocupado cada vez mais em substituir esses corantes por outros naturais. Dessa maneira, os corantes naturais têm ganhado espaço no mercado de alimentos.

 A estabilidade química de vários pigmentos alimentícios naturais é afetada por vários fatores externos, como pH, temperatura, luz. Para superar essa restrição, experimentos são realizados para fornecer procedimentos para melhorar a eficiência da estabilidade relacionada a esses corantes.

Corantes naturais mais utilizados nos alimentos

Os corantes naturais, em sua maioria possuem propriedade antioxidante, benéfica para a saúde. Os mais utilizados pelas indústrias atualmente são: os extratos de urucum, carmim de cochonilha, curcumina, clorofila, betalaínas, antocianinas e carotenóides.

Dependendo das propriedades do corante natural, alguns podem ser aplicados diretamente no alimento ou bebida, enquanto outros precisam de formulação. Assim, é necessário ter conhecimento sobre como aplicar essas substâncias nos produtos para que elas cumpram com o objetivo desejado. 

ícone de conta gotas com um líquido pingando

Os corantes solúveis em óleo, como os carotenóides, por exemplo, devem ser adicionados a uma base de óleo. Para assim se tornarem solúveis em água para serem adicionados aos alimentos. Além disso, os corantes naturais podem apresentar o mesmo poder de tingimento dos corantes sintéticos. Porém, isso só acontece quando obtidos e manipulados corretamente. Esse fato mostra a grande necessidade de se conhecer sobre o produto antes de introduzi-lo no mercado.

A importância dos corantes nos alimentos

O ser humano capta cerca de 87% de suas percepções pela visão. Portanto, isso comprova que os corantes alimentícios desempenham papel crucial na maneira como o consumidor prova e aprova o alimento. 

As cores são adicionadas aos alimentos, principalmente, para restituir a aparência original, afetada durante as etapas de processamento. Além disso, os corantes podem conferir cor aos alimentos desprovidos de coloração, para torná-los mais atrativos.

ícone de mão com dedo polegar levantado e três estrelas embaixo

Dessa forma, a cor pode ser considerada um dos atributos mais importantes dos alimentos. Ela influencia na preferência e seleção dos produtos pelos consumidores, já que também pode indicar sua qualidade e sabor. Em função disso, investir em corantes na produção de alimentos é importante para uma maior aceitação do produto pelos consumidores.

Concluindo, corantes são importantes para a venda dos alimentos, já que a sua cor pode ser associada à qualidade. A partir do que foi dito, é possível perceber o crescimento da utilização de corantes naturais em detrimento dos artificiais. Esse último ponto aconteceu pela maior preocupação da população em relação à sua saúde e aos alimentos que consomem. 

Desse modo, caso você tenha interesse em investir na indústria de alimentos, é importante estudar a aplicação dos corantes. Além disso, é de extrema importante entender o melhor tipo de corante para a sua produção e produto. Para isso, um planejamento industrial pode ser essencial na hora de iniciar um novo negócio. A partir desse planejamento, é possível antecipar tudo o que é necessário para o início de um investimento nessa área.

Ficou interessado? Tem interesse em começar a investir na área alimentícia para utilizar corantes naturais nos seus produtos mas não sabe como? Leia mais sobre como lançar um novo produto no mercado ou entre em contato.

Classifique este post!

2 comentários em “Saiba Quais São os Principais Corantes Naturais Para Alimentos

  • Estou maravilhada com as informações estou fazendo pesquisa de como introduzir meu produto no mercado não sei nada sobre o assunto totalmente leiga mas s lendo esse blogue minhas ideias vão clareamento fica aqui meu agradecimento e continua minha batalha obrigada

    • Olá Valderice! Que honra receber este tipo de comentário! Esperamos te ajudar com os nossos posts! Confira também a nossa área de “conteúdos”, lá temos alguns ebooks que podem ser do seu interesse! Além disso nos siga nas redes sociais @multjr. Gratidão pelo comentário e muito sucesso em seu produto, se precisar de ajuda para se regulamentar e introduzir seu produto no mercado nos chame no whatsapp e nos conte quais são suas ideias e dificuldades!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *