fbpx

Caldo de Cana: entenda como ajudamos nosso cliente

Cópia de Sem nome

Quem não gosta de um caldo de cana com pastel? Nosso cliente, que já atua no setor de mel e derivados, enxergou uma oportunidade nesse hábito brasileiro e nos buscou para ajudá-lo a tirar essa ideia do papel. Os comerciantes vendem, muito tradicionalmente, suco de caldo de cana nas ruas pelo Brasil, de maneira informal. Mas o que o Ademir, nosso cliente, queria era levar essa bebida para o consumidor de um modo diferente. Produzindo um produto com alto padrão de qualidade, longa vida útil e praticidade

1. Sobre a Empresa/Cliente

Abelha e Mel

Ademir está no ramo alimentício há anos, com produtos derivados de abelhas no interior de São Paulo. Recentemente, encontrou uma oportunidade de investimento: adquirir uma fábrica de sucos de caldo de cana. No entanto, decidiu ir além e ao invés de adquirir a marca já pronta, criar uma marca de caldos de cana do zero. Assim, precisaria entender de tudo do negócio, das matérias primas ao processo produtivo

2. Desafios na Produção de Caldo de Cana

Quando tomou a decisão de que queria investir na indústria de sucos de caldo de cana, Ademir percebeu o quanto tinha que aprender antes de se aventurar no ramo. Precisava aprender sobre equipamentos, entender sobre a legislação envolvida e muitas coisas mais que o tomariam muito esforço. 

Percebendo a grande necessidade de um bom direcionamento e com o tempo tomado pelo negócio que já tinha, ele resolveu procurar ajuda qualificada para começar a tirar seu sonho do campo das ideias.

3. Análise Inicial 

Assim, então, o Ademir chegou até a Mult. Depois do contato inicial, o próximo passo foi entender realmente de que o Ademir precisava e como a Mult poderia ajudá-lo. 

Tempo de duração

Percebemos que nosso cliente tinha como prioridade produzir um suco com grande vida útil. Isso é importante para que sua operação de distribuição fosse viável economicamente. Esse passou a ser então um dos pontos chave do projeto, e estudamos os melhores métodos de conservação.

Outra questão crucial para ele era que o produto tivesse alta qualidade e fosse saudável. Essa ideia foi ressaltada no planejamento do projeto e seria levada em consideração a todos os momentos. 

4. Solucionando o Problema

Cana de Açúcar

O primeiro passo do projeto foi entender melhor o produto, em termos gerais, de consumo, disponibilidade e tipos de produção. Depois em termos de marcas existentes. Analisamos marcas nacionais e internacionais de suco de caldo de cana quanto a vida útil, embalagem utilizada, composição. Verificou-se também se o suco passa por algum processo como a pasteurização, para contribuir a um aumento de vida útil. Coletamos esses dados e eles foram muito para as etapas seguintes do projeto.

Em seguida, realizamos um estudo de normas abrangendo leis relativas à produção, rotulagem e composição do caldo. Nessa etapa identificamos os padrões mínimos de qualidade e os aditivos permitidos, o que guiou nossas pesquisas seguintes sobre ingredientes e aditivos. 

Estudo de composição do caldo de cana

Composição do Caldo de Cana

Na pesquisa de ingredientes estudamos os aspectos do caldo em si, como composição básica e possíveis problemas de conservação. Além disso,  analisamos o papel da água e do açúcar no produto (quando adicionados) e  dos sucos/extratos/aromatizantes de limão e abacaxi, sabores que o cliente queria ter na sua linha de sucos de caldo de cana. Ademais, estudamos os aditivos que o cliente poderia ser adicionar ao caldo, avaliando a viabilidade e a necessidade de seu uso em vários aspectos. Para esse estudo, nos baseamos naqueles encontrados na pesquisa de mercado, nos permitidos por lei e em estudos prévios da Mult. Nesta etapa também orçamos o fornecimento dos aditivos e sabores necessários

Processo produtivo

A etapa da análise dos processos de produção foi uma das mais profundas do relatório, uma vez que o cliente tinha muitas dúvidas sobre o processo e nos trouxe muitos dados. Apesar de Ademir já tinha feito alguns estudos  por conta própria e feito contato com fornecedores de maquinário. 

Nosso objetivo era avaliar os parâmetros para cada etapa do processo produtivo, bem como pensar um fluxograma que fizesse sentido para o volume de produção e o investimento que o cliente pretendia ter. Ao mesmo tempo, claro, garantindo a maior qualidade e vida útil

Sendo assim, essa etapa crucial do projeto determinou quais operações eram realmente necessárias e como se interligariam. Então, ela também já se conectou diretamente com a etapa seguinte: estudo do maquinário.

Máquina de Produção

Avaliamos quais os maquinários mais adequados para cada processo e fizemos indicações de opções caso o cliente queira investir mais ou menos na implementação. Além, claro, de indicações de como adaptar o processo produtivo do caldo de cana quando optando por cada tipo de equipamento. 

Vida útil do caldo de cana

Desde o início do projeto, Ademir nos indicou que acreditava que a pasteurização seria necessária para prolongar a vida útil do caldo de cana. Para garantir que esse seria mesmo o melhor método, o estudamos a fundo e avaliamos também outros processos com o mesmo intuito, como  a apertização e a irradiação. Uma vez decidido que seria a melhor opção, avaliou-se como o processo se encaixaria na produção do cliente e o incluiu-se no fluxograma de processo produtivo, com todas as indicações para o procedimento. 

Liquidificador

Caminhando para o fim do projeto, tratou-se alinhar todos os pontos, para garantir que o cliente tivesse todo o direcionamento para implementar sua ideia. Por isso, foi concluída a sugestão de ingredientes para o suco e, com base em estudos bibliográficos e consultas com orientador experiente no mercado, determinou-se as faixas de proporção de cada ingrediente e aditivo no suco de caldo de cana

Fizemos também indicações para testes, inclusive com explicações detalhadas de testes sensoriais, para que o cliente pudesse chegar na formulação ideal para seu paladar. 

Ademais, avaliamos as opções de embalagens que o cliente tinha, garrafas de PET e de vidro com tampa metálica, levando em consideração sua contribuição para a vida útil do suco e como os materiais se encaixam no processo produtivo. Por fim, fizemos uma revisão e conclusão sobre todo o processo produtivo, incluindo os ingredientes sugeridos e como usá-los, o uso da embalagem, a pasteurização e as indicações e equipamentos para cada procedimento. 

Organizamos todos os direcionamentos para que o Ademir pudesse começar a produzir seu suco de caldo de cana em um relatório. Esse passou por uma rigorosa revisão da equipe Mult. 

Se você também tem interesse de começar sua produção de sucos, não deixe de entrar em contato com um de nossos consultores!

Por Manuela Cota.

Classifique este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *