fbpx

Como ajudamos nosso cliente a implementar uma produção de cookies naturais e veganos.

cookies

Os cookies possuem origem americana e têm ganhado cada vez mais espaço na culinária brasileira. Atualmente, comercializa-se vários sabores desse doce, atraindo diversos consumidores.

Dessa maneira, esse mercado tem crescido exponencialmente no Brasil, exigindo produtos de qualidade, tanto em sabores quanto em validade. Atrelado a isso, a necessidade de melhoria na qualidade da alimentação da população tem criado um forte segmento no mercado. Dessa forma, aumentou-se a demanda por transformar alimentos com alto teor de açúcar em alimentos mais saudáveis, fontes de nutrientes e fibras. Foi pensando nisso que nossa cliente, Mick, procurou a Mult – Consultoria e Projetos. O intuito da cliente era conseguir implementar uma produção de cookies integrais e veganos

Sobre a empresa/cliente

biscoitosMickichara é uma gestora comercial residente de São Paulo. Analisando e estudando o mercado alimentício, especificamente de doces, a investidora reconheceu a oportunidade de um negócio

Assim, seu desejo era iniciar uma produção de cookies mais saudáveis e naturais, para atingir um público mais específico. Com essa ideia ela procurou a consultoria com as receitas dos doces já definidas. Dessa forma, foi possível colocar em prática o projeto. 

O desejo da cliente era montar sua fábrica com qualidade nos produtos, uma vida útil satisfatória e com preços competitivos no mercado. 

A partir dessa situação, a Mick entrou em contato com a Mult – Consultoria e Projetos. Ela fechou a parceria conosco, visando encontrar auxílio para abrir seu novo negócio de forma mais segura e assertiva.

Desafio

cookiesA Mick tem o desejo de abrir o próprio negócio de doces com uma pegada mais saudável. Para isso, era necessário o conhecimento da área de alimentos, com relação ao processo produtivo e às matérias primas utilizadas. 

O tipo de insumo utilizado em determinado produto influencia diretamente na sua qualidade. Além disso, a forma como os ingredientes interagem entre si e com o ambiente afetam a vida útil do alimento. A cliente prezava pela qualidade de seus cookies, necessitando, assim, de um estudo mais aprofundado das suas receitas.

Ademais, aditivos e embalagens, também são responsáveis por garantir um produto de primeira. Dessa forma, esses dois fatores deveriam ser analisados para manter as características desejadas no doce. Buscando o conhecimento técnico adequado para propor as melhores soluções para os produtos, a Mickichara enxergou a Mult como a solução. 

Por fim, outra demanda da cliente era o conhecimento a respeito dos maquinários necessários para abrir a fábrica do porte desejado. Definir os maquinários para o processo produtivo é de grande importância para evitar custos desnecessários e ter uma produção otimizada. E, para a cliente, os custos relacionados à produção dos cookies eram importantes para fazer com que seu projeto fosse viável. Assim, em parceria com a Mult, a Mickichara pode ter o apoio para iniciar sua produção de cookies integrais e veganos.

Análise Inicial

Para a Mick, a qualidade dos cookies e a produtividade da fábrica eram aspectos importantes. Seu desejo era ter um produto competitivo no mercado. Para isso, foi acordado a quantidade de produtos a serem produzidos, assim como um investimento inicial para seu negócio. Feito isso, o projeto teve quatro focos: 

  • Identificar os aditivos e embalagens mais adequados para aumentar a vida útil;
  • Analisar a influência dos ingredientes na vida útil dos cookies ;
  • Recomendar os melhores maquinários para a futura fábrica da cliente;
  • Estudar o preço de custo de cada sabor de cookie.

Dessa forma, ofertamos soluções que atendessem exatamente às suas necessidades.

Solucionando o problema

1. Pesquisa Bibliográfica e Estudo de Normas sobre cookies integrais e veganos

Papel com lápis, check list.Em primeiro lugar, a equipe realizou pesquisas no mercado de doces brasileiros. Nela, levantou-se outras marcas, de cookies artesanais e industrializados, de cookies integrais, veganos ou não. Fazendo isso, fez-se comparações a respeito dos ingredientes e aditivos utilizados nos cookies. Além disso, realizou-se comparações dos tipos de embalagens na qual eram comercializados, comparando com a vida útil do alimento. Foi possível, também, traçar os aditivos e embalagens mais utilizados e analisar o caráter inovador de alguns ingredientes utilizados nas receitas da cliente.

Já o estudo de normas teve como objetivo garantir que as orientações estariam em conformidade com a legislação brasileira. Com isso, classificou-se os cookies da Mick de acordo com as categorias da ANVISA, principal órgão relacionado às normas alimentares. A partir disso, foi possível levantar quais seriam as quantidades permitidas para cada classe de aditivos. Esses aditivos foram estudados posteriormente, de acordo com as conclusões desta etapa.  

Por fim, estudou-se as principais normas de boas práticas de fabricação. Essas normas são importantes para que o processo produtivo esteja de acordo com o exigido pela agência sanitária. Desse modo, é possível obter produtos livres de contaminações. Depois de todas as pesquisas aqui citadas, utilizou-se as conclusões finais foram utilizadas para nortear as próximas etapas do projeto. 

2. Estudo de Ingredientes e Aditivos

manual fabricação - conservação artesanaisDepois dos estudos iniciais feitos, foi possível entender sobre o mercado de cookies e a sua legislação. Assim, estudou-se mais a fundo as receitas dos cookies da cliente. Essa etapa teve como objetivo entender se os ingredientes utilizados eram os mais indicados pensando em uma vida útil adequada

Dessa maneira, estudamos os ingredientes. Quando necessário, levantamos possibilidades de substituição desses insumos ou métodos de conservação eficientes para aumentar a durabilidade desses ingredientes. Alguns desses métodos seria a utilização de aditivos, tópico também estudado no projeto.

Com relação aos aditivos, estudou-se algumas classes deles com o intuito de indicar os mais vantajosos para os cookies. Esse estudo foi feito considerando aditivos naturais e que não afetassem na qualidade ou sabor dos cookies, como desejado pela cliente.

Por fim, ao final da etapa, indicou-se os ingredientes que deveriam ser substituídos, e os aditivos a serem utilizados. Junto com essa proposição, definiu-se faixas de proporção das quantidades que deveriam ser utilizadas nos produtos. 

 3. Estudo de Embalagens e Métodos de Conservação

embalagemAlém dos aditivos e da escolha correta dos ingredientes, a embalagem também impacta na vida útil dos produtos. Através dela é possível minimizar a ação de microrganismos e contato com o meio externo.

Assim, essa etapa teve como objetivo definir as embalagens mais recomendadas para o armazenamento dos cookies para serem comercializados. Para definir as melhores embalagens, teve-se como base, as características individuais dos doces. Assim, levou-se em consideração a fragilidade e as embalagens mais observadas na pesquisa de mercado. Além disso, realizou-se uma pesquisa de fornecedores e orçamentos, levando em consideração o custo-benefício para a Mick.

Se tratando dos métodos de conservação, estudou-se processos que seriam benéficos de serem utilizados pela cliente. Alguns deles: embalagens ativas e de atmosfera modificada. Dentro desse tópico, o congelamento foi um foco, já que o objetivo inicial da cliente seria vender seus cookies congelados. Dessa forma, analisou-se os melhores métodos de congelamento, o custo de implementação, os prós e como a proposta do cliente estava alinhada com eles.

4. Processo Produtivo e Definição de Maquinários

maquinario_producaoEm seguida, realizou-se o estudo do processo produtivo e maquinários necessários. Esse estudo foi feito levando em consideração o porte e a capacidade produtiva que a cliente tinha em mente

Assim, estudou-se, na bibliografia, as etapas necessárias para a fabricação de cookies. Mas, também, levou-se em consideração as particularidades das suas receitas, como o preparo do cookie vegano, por exemplo.

Feito isso, realizou-se a análise dos maquinários que seriam propostos para a cliente conforme o volume de produção desejado. Assim, sugerimos os equipamentos, desde os mais simples, como uma geladeira, até maquinários mais complexos, como dosadoras.

Simultaneamente a essa proposição, a equipe fez orçamentos dos maquinários propostos para a Mick.  Essa busca por fornecedores levou em consideração a localização da futura fábrica da cliente. Além disso, indicou-se contatos, valores e localização dos fornecedores, de forma a facilitar o processo de aquisição dos equipamentos pela cliente.

5. Análise de Custos

gráfico de barras crescente com moedaPor se tratar de uma nova fábrica, a cliente ainda não tinha em mente uma forma de precificar seus produtos novos. Por isso, como acordado no contrato, realizou-se um levantamento dos custos relacionados à produção dos cookies da Mick. Para isso, considerou-se gastos com água, energia elétrica, mão de obra e ingredientes. Assim, foi possível levantar aproximadamente o custo adicional que ela teria para produzir uma caixa contendo 10 cookies congelados.

Esse preço de custo foi usado para calcular um valor de venda dos produtos, usando uma margem de lucro comum para a indústria alimentícia. Comparou-se esse preço com o preço médio de mercado de produtos semelhantes (a partir de valores coletados na etapa da Pesquisa Bibliográfica). Dessa forma, foi possível avaliar a viabilidade da produção

Conclusão

Após todos os estudos feitos, foi possível concluir como incorporar as medidas sugeridas para o início da produção da Mickichara. Assim, entregou-se um relatório com todas essas informações, permitindo a implementação das proposições. 

Se você também tem interesse em abrir um negócio de doces, não deixe de entrar em contato! Dessa forma podemos te oferecer um projeto personalizado de acordo com seus objetivos!  

Classifique este post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.