fbpx

4 maneiras de lucrar com resíduos alimentícios

lucrar com residuos

Bagaços, casca de frutas e legumes, talos de folhas, alimentos fora do padrão, folhas de verduras. Nas indústrias de alimentos, são muitos os resíduos produzidos. Segundo a Organização das Nações Unidas para a agricultura e alimentação (FAO), um terço dos alimentos produzidos no mundo não são consumidos. Isso pois há uma perda ou desperdício de produtos durante a etapa de produção ou no seu consumo.

Podemos imaginar que há uma enorme oportunidade de lucro no reaproveitamento desses resíduos. A questão é: como reaproveitá-los? Veremos a seguir 4 formas de como lucrar com resíduos de alimentos.

Nas indústrias de alimentos, variadas funcionalidades são atribuídas aos resíduos. Assim, isso faz com que seja ainda mais fácil obter um destino para esses alimentos que perderam o seu valor. Por isso, continue lendo e descubra 4 possibilidades para lucrar com resíduos alimentícios.

Fabricação de adubo para lucrar com resíduos

sustentabilidadeSabe aqueles alimentos que sobraram no seu restaurante ou passaram da validade? pode-se utilizar microrganismos para processá-los. O resultado do processo é o húmus, um adubo nutritivo que fortalece as raízes das plantas. Com isso, se utilizados na agricultura, pode-se aproveitar esses resíduos de forma eficiente.

Cascas de batata, legumes, hortaliças, restos e cascas de frutas, borras de café, restos de pão, restos de comida cozida. Pode-se utilizar tudo isso para produzir o seu adubo! Implantar esse método é simples, barato e tem baixo investimento. Além disso, não produz o gás metano,  que é nocivo para o meio ambiente. Assim, no final, jardins, pomares, hortas e áreas de agricultura utilizam esse adubo nas suas plantações.

Reutilização dos resíduos

reciclagemA reutilização dos dejetos pode ser um investimento, uma vez que o tratamento tem gastos, mas pode gerar lucros. Devido à grande variedade de resíduos alimentícios produzidos, é possível encontrar diversas formas de reutilizá-los. Dessa maneira, pode-se obter esse reaproveitamento de forma correta com o acompanhamento devido. Veja abaixo algumas dicas para reaproveitamento de alimentos:

  • Vender bolinhos feitos com folhas da cenoura, que são ricas em Vitaminas A.
  • Produzir recheios, sopas e patês com talos de brócolis, agrião, salsa e couve, que contêm fibras.
  • Fritar ou assar as cascas de mandioquinha e batata e servi-las  como aperitivo para os clientes.
  • Colocar no liquidificador casca de frutas, como abacaxi, mamão e goiaba, e  transformar em sucos. Além disso, outra estratégia é  fazer bolos e brigadeiros utilizando o bagaço que sobra na peneira.

Reaproveitar não é importante apenas para lucrar com os resíduos, mas também para preservar a natureza. Além disso, está em conformidade com a lei 12.305/10. A Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) institui normas para o manejo adequado de resíduos e prevê penas para quem descumprir. Quer saber mais sobre o assunto? Confira esse texto.

Produção de Novos Produtos 

novo_produtoO problema de desperdício de alimentos no Brasil causa prejuízos ambientais e econômicos em diversas escalas. Entretanto, a utilização desses resíduos no processo de desenvolvimento de novos produtos pode transformar essas perdas em lucros e em processos mais sustentáveis. Essa tendência – conhecida como upcycling – vem se mostrando impactante e pode ser percebida pelo número de empresas que passaram a adotá-la.

Você possui alguma indústria ou manufatura e não sabe o que fazer para aproveitar o upcycling? aqui vão alguns exemplos de sucesso:

  • A startup Rise Products utiliza um subproduto da fermentação para produzir a “super farinha”, que é extremamente proteica. 
  • A White Mustache utiliza o whey gerado pela produção do iogurte para criar um tônico probiótico proteico e o oferece em vários sabores.
  • A empresa catarinense Marinho transforma as partes menos utilizadas no corte do gado em farinhas e óleos aproveitados em outras indústrias.

Venda de resíduos  

A princípio, se você não pretende reutilizar na produção ou criar novos produtos, há a possibilidade de vender esses resíduos para outras empresas. Dessa forma, elas podem reaproveitar o seu resíduo através de algumas das formas mencionadas. 

Papel com lápis, check list.Nesse sentido, é necessário que o manejo desses dejetos seja feito de forma correta e com o acompanhamento. Por isso, é importante ter um plano de gerenciamento de resíduos sólidos (PGRS) para auxiliar na separação e na distribuição. Então, ficou curioso para entender mais sobre PGRS? Baixe nosso ebook gratuitamente.

Conclusão

Portanto, percebemos que existem diferentes maneiras de lucrar com resíduos, especialmente os alimentícios. Além disso, as possibilidades são inúmeras: adubo, produtos inovadores, reaproveitar em outros alimentos, dentre outras. Mas além disso, podemos usar isso como marketing verde para aumentar as vendas.

Assim, a conclusão é: não reaproveitar os resíduos alimentícios da produção é perder dinheiro. Quer saber como ajudamos um cliente a produzir um produto cosmético a partir de dois alimentos comuns? Leia mais sobre esse case na nossa página. 

Gabriela Fernandes, Joice Aparecida e Newton Leite

Classifique este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *