fbpx

Microcervejaria: como obter lucros a partir da cerveja artesanal

cervejaria

Por Arthur Dias –

Cerveja_copo

O mercado de cervejas artesanais no Brasil tem crescido bastante nos últimos anos no Brasil. Os produtos têm atraído mais a atenção dos consumidores devido ao seus sabor e aroma diferenciados das grandes variedades industrializadas. Isso se deve ao cuidado inerente à produção mais caseira e aos ingredientes de alta qualidade presentes em todo o processo. Apesar disso, as microcervejarias – onde são produzidas as cervejas artesanais – correspondem a apenas 5% do mercado nacional de cervejas! Por causa disso, é evidente que esse mercado ainda tem muito espaço para crescer. E você, quer saber como montar uma microcervejaria? Continue acompanhando esse texto para aprender mais sobre esse nicho tão promissor no Brasil.

Espaço físico e localização

Uma das primeiras dúvidas de quem que abrir uma microcervejaria é em relação ao seu local de implementação. Nesse sentido, questionamentos acerca do tamanho, do formato e das condições do espaço onde será instalada a produção são comuns. Assim, é natural que o primeiro desses fatores dependa inteiramente da produção total desejada pelo futuro proprietário do negócio. Desse modo, o primeiro passo a ser tomado é definir-se um alvo inicial de produção mensal aproximado. Como microcervejarias são empresas que produzem até 200 mil litros de cerveja mensalmente, há espaço pra todo tipo de empreendedor. 

Feito isso, agora é hora de se pensar em onde será montada a microcervejaria. Para isso, é interessante que o investidor já tenha preferência por vender seus produtos no local de produção ou não. Se sim, é vital para o negócio que seja feita uma pesquisa de mercado entre as regiões mais favoráveis ao setor. Além disso, mesmo que se deseje vender as bebidas em outros locais, devem ser verificados os critérios municipais de produção industrial. Dessa forma, sendo enquadrada como produção industrial, o proprietário de qualquer microcervejaria deve escolher sua localização pensando também nesses critérios.

Como ter uma cerveja diferenciada?

limao

Um passo essencial para que qualquer empreendedor saiba como montar uma cervejaria é a criação do seu produto. E é justamente nos ingredientes e no processo de produção que está o grande diferencial das cervejas artesanais. Enquanto grandes marcas normalmente utilizam ingredientes convencionais, cervejas artesanais esbanjam ousadia em suas formulações. Existem microcervejarias que utilizam jabuticaba, limão, framboesa, gengibre ou até bacon defumado em sua construção de sabor e de aroma! Sendo assim, a curiosidade de qualquer cliente aliada à superação de suas expectativas pela cerveja catalisam o sucesso do produto.

Nesse contexto, caso o investidor não conheça detalhadamente a bebida e seu processo produtivo, faz-se necessário contratar o auxílio de profissionais especializados. Eles, portanto, saberão atuar tanto durante a fase de concepção da cerveja desejada pelo proprietário como em sua fabricação. Além disso, poderão ajudar, também, na escolha dos equipamentos que deverão ser adquiridos para a microcervejaria. Inclusive, pode ser interessante a compra de maquinário semi-novo, uma vez que costumam possuir custo-benefício maior que o 100% novo. 

Como montar uma microcervejaria: e a parte legal?

Como todo processo industrial, a fabricação de cervejas em microcervejarias deve seguir normas estipuladas pela ANVISA. Além disso, por ter uma bebida como produto final, a legislação acerca desse tipo de fabricação é muito mais rigorosa. Também por esse motivo, o MAPA tem exigências complementares às da ANVISA que devem ser obedecidas na microcervejaria. Assim, o empreendedor deve montar sua microcervejaria considerando as regulamentações referentes à produção de cerveja emitidas por ambos os órgãos.

bloco_de_notas

Além disso, a microcervejaria deve possuir um Manual de Boas Práticas de Fabricação específico para o seu local de produção. Basicamente, o documento reúne toda a informação acerca da fabricação que comprova a sua conformidade aos padrões legais exigidos. Assim, após a implementação da produção, a empresa deve se preocupar com a confecção do manual. Felizmente, existem algumas consultorias especializadas na elaboração de tal documento, como é o caso da Mult.

Por último, o rótulo!

produto com código de barras destacado

Por fim, mas definitivamente não menos importante, o investidor deve-se preocupar com a imagem de seu produto. O primeiro contato que a maioria dos clientes terá com a cerveja é por meio de seu rótulo. Sendo assim, um rótulo chamativo e esteticamente agradável ao consumidor pode ser capaz de alavancar as vendas da cerveja. Por outro lado, um visual mal-elaborado pode distanciar totalmente um produto do seu comprador. Nesse sentido, é fundamental que o empreendedor se atente a esse fator, consultando profissionais especializados no ramo de marketing.

Pois é, deu pra perceber que são muitos parâmetros para se preocupar quando o objetivo é criar um negócio de sucesso. Apesar disso, tenho certeza que agora você sabe muito mais sobre como montar uma microcervejaria do que antes. Assim, se você deseja saber mais sobre o mercado de cervejas artesanais no Brasil ou precisa de ajuda para estruturar seu negócio, pode contar conosco.

No nosso site há vários textos relacionados ao assunto, que tal aprender mais sobre o controle de qualidade de cervejas? Se quiser, também podemos te ajudar com a lista de equipamentos necessários para a fabricação artesanal da bebida. De qualquer forma, é um prazer poder te ajudar a atingir seu sonho! 

Classifique este post!

1 comentário em “Microcervejaria: como obter lucros a partir da cerveja artesanal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *