fbpx

Tendências do mercado de embutidos

Com a recente pandemia, o mercado de carnes foi afetado com um aumento significativo do preço desse tipo de alimento. Com tais custos, inviáveis para a maior parte da população, outro nicho entrou em ascensão, o ramo de embutidos. Assim, carnes tradicionais, como a vermelha, deram espaço para linguiça, tender, morcela, que, além de mais acessíveis, são igualmente deliciosas.

Dessa forma, nota-se que o mercado de embutidos tem crescido cada vez mais no Brasil e representa um lucrativo negócio. Assim, para te ajudar no melhor entendimento das tendências no mercado de embutidos e como investir nele, preparamos esse texto.

Diferentes tendências desse mercado

Na produção de embutidos, dois tipos de confecção são os mais comuns, cada qual com o seu valor. O primeiro tende a ser mais artesanal e agradar um grupo seleto e fiel de clientes. É o caso de pequenos produtores com receitas caseiras, produção familiar e ingredientes de altíssimo nível. Já o segundo se utiliza de maquinários em uma produção mais ampla, pretendendo atingir um grupo maior de pessoas. Apesar das diferenças, cada qual tem o seu charme e ambos têm destaque no mercado brasileiro

Nesse sentido, produções artesanais tendem a gastar mais tempo com a confecção do embutido e produzir em quantidades limitadas. Explica-se tal fato pelo menor número de funcionários e também pela baixa automatização do processo. Dessa forma, é gerado um maior valor agregado ao produto e uma certa exclusividade aos olhos dos consumidores.. Além disso, esse tipo de produção enfrenta menor burocracia com os órgãos legisladores, apesar de haver sim a adequação às normas. 

Já as produções semi-automáticas, por possuírem maquinários mais sofisticados, conseguem atender um público maior e mais diverso. Contudo, esse fato não impede que a qualidade seja de ponta, e também agrade aos consumidores mais exigentes. Além disso, esse tipo de produtor enfrenta maior fiscalização e deve, portanto, se atentar mais às normas reguladoras da produção.

No geral, há mercado para ambos os tipos de produção. Para decidir o seu tipo de produção, é importante seguir alguns passos e ter em mente alguns fatores que garantam a assertividade do investimento. São eles: entender o mercado e suas tendências, saber quanto deseja investir, conhecer o seu público alvo. Tudo isso permite que o investimento seja mais seguro e que atenda melhor às necessidades do mercado.

Como fazer parte

Para se iniciar nesse promissor mercado, é preciso primeiro investir em aprendizado. Isso é, entender melhor o processo produtivo, equipamentos, normas, ingredientes utilizados pelos principais produtores. A partir desse entendimento, será possível iniciar uma produção de forma muito mais segura, que pode trazer tanto retornos financeiros como de realização pessoal. Dentre as principais indicações para um bom começo, estão fornecedores de matéria prima confiáveis, adequação às normas de produção e compra assertiva de equipamentos.

Assim, entendendo melhor como funciona o seu negócio, é importante também compreender para quem você vai vender. Isso é, coletar informações sobre o público consumidor é essencial para ter sucesso nas vendas e ser competitivo no mercado. Nesse sentido, poder aquisitivo, faixa etária, gênero, gostos pessoais, são dados importantes para quem deseja integrar-se nas tendências do mercado de embutidos.

Processo produtivo

Apesar de haver a possibilidade de produzir embutidos de forma caseira, há formas de produção de maior escala no mercado. Tais métodos aliam a adequação higiênica da produção, regulamentada pela Anvisa, à característica comercial da charcutaria, sem perder o traço artesanal. Assim, utiliza-se diversos equipamentos e técnicas para facilitar a vida do produtor e garantir a qualidade final do produto. Dentre as ferramentas de charcutaria, estão a balança, mesa, moedor, mas até a escolha desses equipamentos deve ser assertiva. Além disso, é importante saber que cada produto tem o seu próprio processo produtivo e especificidades de produção. Seguir tais características é essencial e garante a qualidade final do produto e se tornar competitivo no mercado.

A escolha dos ingredientes também é um grande diferencial em seguir a tendência correta do mercado de embutidos no Brasil. Esse fato está atrelado à própria cultura do brasileiro, que muitas vezes enxerga com maus olhos os embutidos. Infelizmente, parte dos produtos de carnes de charcutaria utilizam ingredientes de baixa qualidade, gerando uma má imagem desse mercado. Contudo, isso representa uma grande oportunidade para um início de produção, visto que a escolha correta de ingredientes se mostra como um diferencial.

Conclusão

Percebe-se então que o mercado de embutidos é promissor no Brasil e exige cuidados com relação às normas e processos. Por esse motivo, preparamos um passo a passo de como abrir um negócio de alimentos embutidos, a fim de garantir a assertividade de seu investimento.

Agora você já entende melhor sobre as tendências do mercado de embutidos e possui dicas de como se inserir nesse meio. Comente aqui o que achou do nosso conteúdo e confira este outro post!

Classifique este post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.